Posse responsável de animais domésticos

Coments 6

Sabe-se que um animal domesticado tem mais dificuldades para se virar sozinho, ou seja,  para conseguir sua própria alimentação e de saber como é arriscado andar pelas ruas. A população de animais vivendo nas ruas vem aumentando cada dia mais, e é fato que a maioria deles são oriundos de abandono por seus donos.

O que é mais triste e revoltante é que alguns animais são abandonados por estarem doentes e seus donos não podem ou não querem arcar com as despesas, por estarem velhos e não brincarem mais, porque os donos resolveram se mudar e estes não terão mais seu lugar na futura casa, vão sair de férias e não tem com quem deixá-los e acham que nas ruas eles ficarão melhor, são inúmeros os motivos, mas quase todos injustificáveis para que estas pessoas comentam tal crueldade com um ser tão dependente de nós seres humanos.

Certas pessoas acham que um cão ou gato é um objeto que a qualquer momento poderá ser descartado em qualquer lugar, além da crueldade deste ato para com os animais que até então tinham um lar, com comida e pelo menos o mínimo de atenção, também acabam colocando em risco a saúde pública, pois há o risco de um aumento na disseminação de várias doenças que  podem vir acometer não só aos animais de rua como também às pessoas.

Para que atos de crueldade com animais pare é necessário que a sociedade conheça e saiba o que é e como funciona a Posse Responsável de Animais Domésticos, que nada mais é do que conscientizar as pessoas de que os animais são seres vivos, sentem fome, frio e dor, antes que adotem ou comprem um animal, na verdade é uma ação educativa que tem o apoio do Poder Público e Privado.

Esta ação educativa através de campanhas, deixa bem claro para as pessoas que querem ter um animal de estimação seus deveres e responsabilidades para com estes. Deste modo as pessoas podem escolher responsavelmente e consciente se querem ou não ter um animal, ou seja, se vão dar conta do recado, tanto economicamente quanto emocionalmente, pois para criar um animal são necessários gastos, o que muita gente parece ignorar quando pega um animal, de certo estes são apenas objetos, que não ficam doentes e não comem, é só colocar no canil que ele se vira, o que é uma grande crueldade.

Antes de adquirir um animal de companhia é fundamental se informar, conhecer as necessidades dos animais, suas características, saber sobre os direitos dos mesmos, ter consciência sobre seus deveres para com estes, e sobre as punições cabíveis no caso de maus tratos.


É importante e fundamental para que uma pessoa seja um bom proprietário de animais, saber que:

1- As pessoas devem levar em consideração quando pensar em adquirir um animal, o tempo de vida que estes vivem, que na média é entre 12 e 14 anos, saber que haverá despesas necessárias para mante-lo, verificar se terá sempre alguém disposto a cuidar dele quando todos forem viajar de férias;

2- Não se deve comprar um animal devido à um impulso momentâneo, o ideal é que se faça uma adoção de animais que vivem em sociedades protetoras de animais e ONGs, pois na maioria das vezes já são vacinados e castrados;

3- Procure se informar sobre os principais aspectos e necessidades da raça ou espécie de sua escolha, observar o tamanho médio da raça na fase adulta, isto para saber se o espaço físico que você tem em sua casa será suficiente para estes com o passar do tempo, se são propensos à algum tipo de doença genética/hereditária;

4- Deve saber que seu futuro animal deverá ser mantido em sua casa, seja no quintal ou até mesmo dentro dela, mas nunca com livre acesso às ruas. Quanto aos passeios que são importantes para os animais deverá ser feito com coleira, guia e focinheira dependendo da raça e levado por alguém que consiga controla-lo;

5- A saúde física do animal deve ser checada de tempos em tempos por um veterinário e para mante-la em ordem é necessário, que este tenha um local adequado para dormir, que tenha uma alimentação condizente com sua faixa etária, que seja respeitado o prazo das vacinas e do vermífugo, além de tudo isso não esquecer da higiene/limpeza do ambiente em que este ficará e do próprio animal, através dos banhos;

6- Muitas pessoas acham que os animais não precisam de atenção e carinho, o que é um engano, pois estes podem desenvolver problemas psicológicos graves, demonstrados através de uma mudança de comportamento em determinado momento, como a agressividade para com o próprio dono;

7- O animal deverá ser educado, se preciso for, através de algum método de adestramento, sendo respeitadas suas características;

8- Ao sair para passear na rua com seu futuro animal você deverá saber que se este fizer suas necessidades fisiológicas (fezes/cocô) você será o responsável em recolhê-las e dar um fim apropriado para estas, por isso leve sempre um saquinho para manter o local público limpo;

9- Não esqueça que seu animal de estimação deverá ser identificado e registrado em algum órgão público que faça o controle de animais da cidade, por exemplo o Centro de Controle de Zoonoses local, se informe sobre a legislação que regulamenta o registro animal e até como é realizada a identificação através de microchips ou tatuagens;

10- A castração de machos e fêmeas é recomendada, para que, se seu animal acidentalmente escapar do seu quintal e chegar as ruas seja evitada uma procriação indesejada.

Mesmo depois de saber o que é posse responsável e de ter tomado consciência de tudo o que esta envolve, você ainda quiser ter uma animal de estimação, vá em frente, pois só quem se submete a ter um animal consciente de todas as limitações que esta relação envolverá é digno e merecedor das alegrias que estes nos proporcionam ao longo da vida, além de tornar-se nosso amigo mais fiel. É gratificante poder cuidar, dar carinho e amor para um animal que só nos faz bem.

Portanto, se você não está seguro se conseguirá seguir tudo o que foi descrito acima e não conseguirá respeitar os animais como devem, respeite à si mesmo, pois agora você já tem consciência do que é posse responsável e se adquiri um animal e tratá-lo de forma inadequada, estará mostrando para si mesmo e para os outros que não é uma pessoa de confiança.

É mais digno de sua parte dizer que não é capaz de cuidar de um animal com responsabilidade do que adquiri-lo só para mostrar aos outros que você tem um animal, o que poderá se tornar um inconveniente mais cedo ou mais tarde, pois você não o queria na realidade. Você trará mais um problema para sociedade, abandonando este animal nas ruas e colocando nossa saúde em risco. Não se preocupe, você não é uma pessoa má por não conseguir contribuir para o bem estar de um animal, mas será, se por um acaso adquiri um animal, e abandoná-lo futuramente.

Lenise Tormena
Médica Veterinária, pós-graduada em Higiene e Inspeção de Produtos de Origem Animal e Vigilância Sanitária.
Voltar

6 comentários
Julho/2011
Com certeza animais são seres vivos que sentem frio, sede, fome, mas o principal fator é que os animais dão amor ao seu dono, um amor verdadeiro, um cão por exemplo está sempre a espera de seu dono, um animal não tem TPM, Stress do dia de trabalho, ele sempre está diposto a um carinho mesmo não falando muitas vezez o olhar de um animal, demonstra que ele sabe de suas angustias, de que vc está preocupado ou coisa assim... E pensamento como o do Sr Paulo Liston é que está fazendo que nossa sociedade cada dia mais se deteriore, pois animais são indefesos como crianças, e agora além de animais, algumas pessoas de pouca racionalidade fazem tb com crianças, mulheres o que o Sr. tem feito com animais...Pense que isto que fazes é o exemplo que dastes aos teus filhos... Parabenizo a médica pelo excelente artigo, e que este artigo estara no quadro de avisos de minha agência para nortear meus pares no que diz respeito ao trato com os animais. E concordo tb que a impunidade é fator relevante para estes fatos, acho que poderia partir dos munícipios leis municipais que proibissem tanto o abandono quanto o mau trato de animais!


Sr. Arnaldo, obrigada por demonstrar com seu comentário o quanto se preocupa com os animais, e por isso já tens minha eterna gratidão. Quanto a colocar meu artigo em seu quadro de avisos agradeço e me sinto honrada com tanto carinho. O que mais quero no mundo é que estes seres tão desprotegidos sejam respeitados e muito amados. Se 50% das pessoas fossem como nós.....QUÃO MELHOR O MUNDO SERIA, NÃO ACHA SR. ARNALDO?....SEM COMENTÁRIOS QUANTO A ATITUDE DO SR. LISTON.

Junho/2011
EU ABANDONO MESMO. TODO INÍCIO DE ANO EU COMPRO CACHORRO PROS MEUS FILHOS, DAÍ NO FIM DE ANO QUANDO TENHO QUE VIAJAR A GENTE LARGA ELES NA RUA, ALI NA BR-116 NO PINHEIRINHO. FAÇO E VOU CONTINUAR FAZENDO

Julho/2011
Abandono mesmo... e vou continuar abandonando... Quem quiser cuidar, que cuide... eu só cuido enquanto me é conveniente... Pelo menos eu abandono castrado... melhor do que nada...

Maio/2011
Adorei este post, é bem assim que funcionam certas pessoas, abandonando seus animais, passando a responsabilidade para outros que são conscientes....Espero que cada vez mais seja divulgado algo sobre POSSE RESPONSÁVEL!!! O site está de parabéns!!!


R: Rafael obrigada pelo comentário, realmente nossa sociedade tem este costume, o de abandonar cães para que outros cuidem, falta muito incentivo do poder público para que estes bichinhos tenham uma vida digna. No caso essas pessoas deveriam ser punidas realmente quando fizessem isso, mas como a impunidade e a falta de controle em saber de quem são os animais ainda vigora em no país, a única maneira de ajudarmos é fazendo a nossa parte com consciência, responsabilidade e denúncias, quando vermos alguém abandonando um animal, podemos anotar a placa do carro e ligarmos para alguma sociedade protetora dos animais, ONG´s e até mesmo prefeitura local, às vezes esta última trate o caso com falta de interesse, mas o importante é tentar, não acha Rafael?

Postar um novo comentário


Hotéis para seu cachorro


Artigos

Coments
0
Raças de cães que podem se adaptar melhor para serem criadas junto com crianças
Não é de hoje que sabemos do interesse/curiosidade da maioria das crianças pelos cães, só que se este contato não ...

Coments
0
Curiosidades interessantes sobre os cães
Cada espécie animal com suas diversas raças têm suas peculiaridades, e com os cães não é diferente, eles também tem ...

Coments
3
Planos de saúde animal estão mais acessíveis
Nem todos sabem, mas já existe plano de saúde animal e este tipo de serviço foi regulamentado em 1998 pelo ...

Coments
6
Posse responsável de animais domésticos
Sabe-se que um animal domesticado tem mais dificuldades para se virar sozinho, ou seja,  para conseguir sua própria alimentação e ...

Coments
2
Dicas e documentação necessária para viajar com cães e gatos
Existem proprietários que não gostam de ficar separados de seus animais de estimação, nem mesmo quando a viagem é curta, ...
Veja mais artigos
Últimos cadastradso
,
,
NoLiCgoJFyQSZ
NoLiCgoJFyQSZ
nxCVsTlJoDlIvId,
,